Avançar para o conteúdo principal

As Crianças e o Capuchinho Cinzento

O título O Capuchinho Cinzento foi sugestivo mesmo antes de as crianças verem o livro. "Olha, este Capuchinho é cinzento!", foi a sua perspectiva do Ser Criança. Longe do "Capuchinho Cinzento... então não era vermelho?!" da perpectiva do Ser Adulto.


Sentados em roda as crianças escutaram as palavras que nasciam do livro através da minha voz. Olhar atento, boca entreaberta de espanto... as imagens que André Letria fixou no papel juntavam-se às palavras de Matilde e bailavam na imaginação das crianças.


Finda a leitura impunha-se uma questão digna de debate neste grupo de crianças com idades entre os 3 e os 6 anos: quem é o Capuchinho Cinzento?


Surgiram opiniões diferentes:

  1. "O Capuchinho Vermelho cresceu e tornou-se uma avó", logo "o Capuchinho Cinzento é o Capuchinho Vermelho mas já é mais velho";
  2. "O Capuchinho Cinzento não é o Capuchinho Vermelho. O Capuchinho Vermelho é sempre criança. Não cresce."

Ouvidas e respeitadas as opiniões, cada criança registou-a através de um desenho.

Outra questão ficou por resolver amanhã: qual a música que o Capuchinho Cinzento estava a cantar?

Já tinha pensado nisto?!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Mãos à Obra!!!

Quando o pai da I. esteve a explicar-nos "como se fazem casas" (post anterior) ofereceu-nos um presente! Vejam só...
Os tijolos, as telhas... tudo em miniatura mas em tijolo! O "cimento", a pá de pedreiro... É o máximo, não acham? Agora só faltava pôr "MÃOS À OBRA"! Foi o que fizémos! Depois de misturar o pó com a água ficámos com cimento e começámos a construir a nossa Quinta. Sim, é uma Quinta e tem um poço e até animais.Tijolo a tijolo a nossa Quinta vai crescendo! É preciso muito trabalho de equipa porque isto da Construção Civil é trabalho pesado!E quando quisermos "mudar de casa" basta pôr esta dentro de água e ficamos com tijolos para construir outra vez! Quando a nossa Quinta estiver pronta estão convidados para uma "visita", fica combinado!

Coisas de Crescidos...

Temporariamente em modo de "crescida" e afastada do jardim... mas não por muito tempo! Até já.

Dêem voz às crianças

Um artigo muito interessante, de leitura breve e bem actual.

The Disturbing Transformation of Kindergarten