Avançar para o conteúdo principal

"Queremos descobrir mais coisas sobre os Planetas!"

"Trabalhar em projectos no jardim-de-infância é um desafio constante à capacidade de cooperação e de trabalho em grupo, tanto para as crianças como para o próprio educador. Na realidade trabalhar em grupo não é fácil, mas é possivel.

Projectos que nascem do interesse, curiosidade e vivências do quotidiano das crianças, assentes numa perspectiva de educação cooperativa, têm um impacto real na articulação dos saberes e da vida em grupo.

No ano lectivo 2004/2005 vivi uma experiência de aprendizagm cooperativa com um grupo heterogéneo de crianças de jardim de infância, que me fez crer que tal é verdadeiramente possivel.

Tudo começou quando um globo terrestre foi para a nossa sala... "

(Moura 2006:42)

Esta experiência profissional foi extremamente vivida por todos nós (crianças, pais e educadores) e, por isso, escrevi para os Cadernos da Educação de Infância (APEI) na tentativa de partilhá-la com outros colegas. O artigo foi publicado este mês. Leiam o artigo e esperem novos posts neste nosso jardim!...

Uma proposta: escrevam a partilhar as vossas experiências. Quem sabe se um dia as vêem publicadas...

Moura, R. (2006). "Queremos descobrir mais coisas sobres os Planetas" - Projectos e Dinâmicas no Jardim de Infância. Cadernos de Educação de Infância, 77 (pp. 42-43).

Comentários

Anónimo disse…
Parabéns por este espaço, que é mais um passo na contrução do teu sere saber profissional!
Rita disse…
Mai uma sugestão:
www.cap.pt.to
Rita disse…
Vê este Blog:

http://abarrigadeumarquitecto.blogspot.com/

Plantas e logotipos2 comentários
Publicado Quinta-feira, Abril 06, 2006





Os Plant-Me Pets são bonecos de latex biodegradável com olhos feitos de sementes. Os bonecos podem ser usados para brincar ou ser plantados na terra de cabeça para baixo. A brincadeira está disponível na MoMAstore para crianças com mais de 3 anos.
Rita disse…
Mais uma sugestão:
http://edif.blogs.sapo.pt/
Rute disse…
Oi Rita.Obrigada pelas dicas.

Mensagens populares deste blogue

Greve por Tempo Indeterminado

Quando em 2006 iniciei este Jardim das Cores estava a trabalhar no Jardim de Infância de uma IPSS. Muita coisa se havia passado, mas digamos que estava "desmotivada" com uma série de acontecimentos, estava a ficar doente e deu-me a casmurrice de fazer um Blogue (numa altura em que os Blogues de Educação de Infância eram praticamente inexistentes).
(2006 - na Horta do JI)
Sempre tive a mania de fazer o que gosto e a imensa dificuldade de estar num sítio onde não me sinto bem. No entanto, nem sempre é fácil "dar a volta" e mudar de rumo. O blogue deu-me um novo alento: descrever a minha prática de trabalho e partilhá-la (de forma absolutamente anónima!).
Ora, o Jardim das Cores "abriu-me" o caminho para o que eu tanto desejava: a Mudança! E lá fui eu, a caminho de Viseu!!! Durante dois anos estive a dar aulas na Escola Superior de Educação de Viseu e a viver numa Casa Branca no meio da Serra. Na altura, decidi continuar com o Blogue e relatar a experiência.…

As estrelas da vizinhança

Na vida da aldeia, todos os vizinhos são nossos parceiros e há sempre espaço e tempo para trocar dois dedos de conversa, esperar que passem desenfreadamente à nossa frente ou que lentamente se passeiem ao nosso lado. Há tempo para os admirar, para lhes fazer uma festa ou simplesmente ficar a olhá-los indiscretamente.

Na vida da aldeia, as vacas e as cabras desfilam na estrada, a lagartixa passeia nas minhas escadas e as pessoas dizem "Bom dia" com um sorriso e um aceno de braço ou uma buzinadela.

Na vida da aldeia, o compasso é dado pelo sino da igreja e quando a burra da minha vizinha volta para o palheiro ao fim do dia, o morcego inicia o seu percurso habitual cumprimentando-me. A noite chega e brinda-nos com o seu silêncio e os mochos vizinhos com o seu piar.

Na vida da aldeia, admiram-se todos os vizinhos e companheiros e fica-se a olhar indiscretamente para os que estão lá no alto: as estrelas.

Na minha aldeia, as pessoas, os animais, a terra são excelentes vizinhos ma…

Mãos à Obra!!!

Quando o pai da I. esteve a explicar-nos "como se fazem casas" (post anterior) ofereceu-nos um presente! Vejam só...
Os tijolos, as telhas... tudo em miniatura mas em tijolo! O "cimento", a pá de pedreiro... É o máximo, não acham? Agora só faltava pôr "MÃOS À OBRA"! Foi o que fizémos! Depois de misturar o pó com a água ficámos com cimento e começámos a construir a nossa Quinta. Sim, é uma Quinta e tem um poço e até animais.Tijolo a tijolo a nossa Quinta vai crescendo! É preciso muito trabalho de equipa porque isto da Construção Civil é trabalho pesado!E quando quisermos "mudar de casa" basta pôr esta dentro de água e ficamos com tijolos para construir outra vez! Quando a nossa Quinta estiver pronta estão convidados para uma "visita", fica combinado!