Avançar para o conteúdo principal

Vão ficar sempre no meu coração...

Ontem foi o meu último dia no Jardim de infância (finalmente estou de férias!). Mas não foi um dia fácil... é que foi mesmo o último. Em Setembro os desafios serão outros (a dar aulas no ensino superior, acompanhando as alunas no estágio...).

Por entre os abraços, beijos e algumas lágrimas de "Parabéns" e "Muitas Felicidades" dos pais, as flores, os livros, os postais com mensagens e vários objectos que me põem vaidosa (uma educadora tem que andar sempre bela!), recebi entre abraços apertados, beijos babados e olhos ternurentos as palavras "para te lembrares sempre de mim", "vais ficar sempre no meu coração", "sabes onde é a minha casa nova", "escreves-me não escreves?!". Estes foram os maiores presentes que me podiam dar!

Aqui fica a resposta (que tentei dar na altura, apesar do coração apertadinho):
Não me vou esquecer de vocês e vão ficar sempre num lugar quentinho juntinho ao meu coração. Sei a vossa morada (mesmo dos que vão mudar de casa durante as férias!) e também o número de telefone (eh! eh! eh!). E é claro que vou escrever!!!
Aos pais agradeço todo o carinho, às minhas crianças obrigada por me terem dado tantas alegrias e me ensinarem tanta coisa, aos amigos que fiz durante estes 8 anos de trabalho no jardim de infância um grande beijo.

A todos os que têm acompanhado este blog e vivido o quotidiano no nosso jardim de infância um obrigado especial e os desejos de continuar a tê-los por aqui... pois o nosso Jardim vai continuar cada vez com mais cores!!!

Comentários

disse…
As despedidas são sempre muito dolorosas:(

bj
Zelia
deep disse…
Espero que estejas bem. Um beijinho e votos de óptima semana.
Nova vida...
Imagino como deve ter sido difícil a separação !
Ai as crianças afeiçoam-se mesmo!
Que tudo corra pelo melhor....
Beijinho
NO_PANICO disse…
eh triste a gente ter que partir msm, mas sempre fica a lembrança

Mensagens populares deste blogue

Mãos à Obra!!!

Quando o pai da I. esteve a explicar-nos "como se fazem casas" (post anterior) ofereceu-nos um presente! Vejam só...
Os tijolos, as telhas... tudo em miniatura mas em tijolo! O "cimento", a pá de pedreiro... É o máximo, não acham? Agora só faltava pôr "MÃOS À OBRA"! Foi o que fizémos! Depois de misturar o pó com a água ficámos com cimento e começámos a construir a nossa Quinta. Sim, é uma Quinta e tem um poço e até animais.Tijolo a tijolo a nossa Quinta vai crescendo! É preciso muito trabalho de equipa porque isto da Construção Civil é trabalho pesado!E quando quisermos "mudar de casa" basta pôr esta dentro de água e ficamos com tijolos para construir outra vez! Quando a nossa Quinta estiver pronta estão convidados para uma "visita", fica combinado!

Coisas de Crescidos...

Temporariamente em modo de "crescida" e afastada do jardim... mas não por muito tempo! Até já.

Dêem voz às crianças

Um artigo muito interessante, de leitura breve e bem actual.

The Disturbing Transformation of Kindergarten