Avançar para o conteúdo principal

O homem do gás...

Ficar sem gás é uma novidade (e uma preocupação) para mim que em Lisboa não tinha questões destas para resolver. Hoje lá solicitei o serviço de entregas pela segunda vez desde que aqui estou (há 9 meses?! xiii).

Ao ouvir a carrinha chegar fui abrir a porta e quase que sou atropelada por um rapaz, uma bilha de gás, um sorriso e as palavras: "eu lembrava-me bem de si! Então, é para o lugar do costume, certo?!".


A tempo ainda me desviei, sem dizer nada. Ao sair acenou com um "então até logo!".

Ora... eu sei que a cidade é pequena mas...

Comentários

moika disse…
LOOOOOOOOOOOOOL

:D
Ivo disse…
BEm Rute, por momentos pensei ao ler o título do Post que, aí nessa cidade de Portugal onde "andas", tivessem substituído a "mulher" do gás, daquele anúncio, por um Homem Do Gás!! LoL E claro, que irias falar sobre um desses anúncios ou assim....

Esse facto é, aquele pequeno "q" das terras/vilas/cidades mais pequenas!!
Existe momentos em que é bom, ter pessoas que nos reconhecem, sabem quem somos!! MAs, qd começam a ser demais, ou então, precisamos de ar... é complicado!!

LoLoL!!
Anónimo disse…
Teve graça.... mesmo muito...
Eu.. bem.. moravamos em cima do estabelecimento que vendia o gás... mas mesmo assim.. lá havia dias em que o esquecimento era tanta que tinhamos de solicitar o seu serviço!

LOLOL~

=^.^=
pitanga disse…
Oh Ritinha não sabes que ele tem no bolso um cartão com estas palavras? Faz parte da entrega! hehe
Aqui já chegou o gas natural.

beijos
pitanga disse…
Ih, falhou o dedo. Não é Ritinha, é Rutinha. hehe
Rute disse…
IVO já ando mesmo a precisar de mudar de ares! Lisbooooooooooa aqui vou eu! Preciso de reencontrar quem me conhece bem e também caminhar pela multidão desconhecida. ;)

TARINA como eu te compreendo. :P

PITANGA se o homem do gás fosse o único a reconhecer-me até nem ligava mas últimamente está cada vez mais difícil caminhar na cidade sem encontrar alguém que conheça. O que se por vezes é bom, outras nem tanto! :P
Ivo disse…
Bem Rute, Significa que, estarás por cá!! Eh eh...

Sabes, essa questão de conhecer e nao conhecer pessoas!! A verdade é que conheço muitas pessoas e tenho boa memória visual!! Em qualquer lado reconheço alguem!! Já em relação a mim, penso que poucos me reconhecem ou assim, também porque, costumo fazer mutações de "visual" muito constantes!!

MAs por incrível que pareça, eu vim para Lisboa, sem conhecer ninguem, somente tendo familiares, do outro lado do rio!! A verdade é que, actualmente tenho já bons amigos por cá e, em muitos sitios os encontro!! Até, o incrível acontece.... é pessoas "do meu alentejo" já me terem encontrado!! LoL
ana rita nunes disse…
Lolol, "no lugar do costume"!?! Heheh. Estranho, até!!!

Mensagens populares deste blogue

Mãos à Obra!!!

Quando o pai da I. esteve a explicar-nos "como se fazem casas" (post anterior) ofereceu-nos um presente! Vejam só...
Os tijolos, as telhas... tudo em miniatura mas em tijolo! O "cimento", a pá de pedreiro... É o máximo, não acham? Agora só faltava pôr "MÃOS À OBRA"! Foi o que fizémos! Depois de misturar o pó com a água ficámos com cimento e começámos a construir a nossa Quinta. Sim, é uma Quinta e tem um poço e até animais.Tijolo a tijolo a nossa Quinta vai crescendo! É preciso muito trabalho de equipa porque isto da Construção Civil é trabalho pesado!E quando quisermos "mudar de casa" basta pôr esta dentro de água e ficamos com tijolos para construir outra vez! Quando a nossa Quinta estiver pronta estão convidados para uma "visita", fica combinado!

O prazer de cuidar, ver crescer, cozinhar e partilhar

Na nossa horta nós aprendemos a prever, a planear, a observar, a regar e a cuidar, a medir, a contar, a pesquisar, a partilhar, a cooperar... 



(A semear alfaces e couves com um avô.)

(Sensibilização para proteger a horta.)

(Colheita de feijão verde e outros legumes para a nossa sopa.)

 (Cabaz da nossa horta para oferecer ao nossos amigos e parceiros educativos da Junta de Freguesia)

(As batatinhas assadas que estavam uma delícia!)
E na horta há sempre muito para fazer e aprender. E é tão bom!!! (Tão bom que até nos esquecemos de fotografar.)

Coisas de Crescidos...

Temporariamente em modo de "crescida" e afastada do jardim... mas não por muito tempo! Até já.