Avançar para o conteúdo principal

Particularidades

(Pormenor de escultura de Trina Hesson)



E nem acredito que no segundo natal do Jardim das Cores não consegui escrever um único post sobre o mesmo!!! Falta de tempo?! Azáfama natalícia?! Preguiça?! Não saber bem o que escrever?! Sinceramente não sei...

Tenho a sensação que desde que cheguei a Lisboa não fiz outra coisa senão andar às compras, fazer e comer doces de natal!!! Tanta coisa para fazer (ou que queria fazer!) e o tempo parece fugir das minhas mãos como um punhado de areia... Mas o mais importante esforço-me para não deixar escapar: o tempo com a família e os amigos! Ah!, esse eu faço questão de agarrrar com as duas mãos!!!

Não tarda nada estarei em Lamego, numa outra azáfama, com pouco tempo para outras coisas, talvez com preguiça de escrever ou com falta de ideias... mas nessa altura logo entrarei em "combate". Agora rendo-me a todas estas razões, motivos, desculpas, evidências (como lhes queiram chamar) e limito-me a estar em família!

A todos os que aqui passam desejo um 2008 de cores fantásticas!!!

Comentários

Anónimo disse…
Obrigado pelas cores que nos deixáste!
É bom ter amigos.
Boas férias e também desejo um ano cheio, cheio de coisas muito boas.
Desambientado disse…
Rute. Traga para 2008, tudo o que de bom tem para dar:

Traga árvores p’ra plantar,
Consciências p’ra despertar,
Almas p’ra consolar,
E vidas para cuidar.

Traga champanhe fresquinho,
Por ser chique esse vinho
E fazer-nos acreditar,
Que o mundo ainda vai mudar.

Feliz 2008.

Félix
deep disse…
Para ti, um arco-íris de coisas boas!
deep disse…
... em 2008! Beijinhos
Glicéria Gil disse…
Tudo de bom para 2008.
um abraço
G.

Mensagens populares deste blogue

Mãos à Obra!!!

Quando o pai da I. esteve a explicar-nos "como se fazem casas" (post anterior) ofereceu-nos um presente! Vejam só...
Os tijolos, as telhas... tudo em miniatura mas em tijolo! O "cimento", a pá de pedreiro... É o máximo, não acham? Agora só faltava pôr "MÃOS À OBRA"! Foi o que fizémos! Depois de misturar o pó com a água ficámos com cimento e começámos a construir a nossa Quinta. Sim, é uma Quinta e tem um poço e até animais.Tijolo a tijolo a nossa Quinta vai crescendo! É preciso muito trabalho de equipa porque isto da Construção Civil é trabalho pesado!E quando quisermos "mudar de casa" basta pôr esta dentro de água e ficamos com tijolos para construir outra vez! Quando a nossa Quinta estiver pronta estão convidados para uma "visita", fica combinado!

O prazer de cuidar, ver crescer, cozinhar e partilhar

Na nossa horta nós aprendemos a prever, a planear, a observar, a regar e a cuidar, a medir, a contar, a pesquisar, a partilhar, a cooperar... 



(A semear alfaces e couves com um avô.)

(Sensibilização para proteger a horta.)

(Colheita de feijão verde e outros legumes para a nossa sopa.)

 (Cabaz da nossa horta para oferecer ao nossos amigos e parceiros educativos da Junta de Freguesia)

(As batatinhas assadas que estavam uma delícia!)
E na horta há sempre muito para fazer e aprender. E é tão bom!!! (Tão bom que até nos esquecemos de fotografar.)

Coisas de Crescidos...

Temporariamente em modo de "crescida" e afastada do jardim... mas não por muito tempo! Até já.