Avançar para o conteúdo principal

(breves) apontamentos



Com pouco tempo, vontade ou o que quer que seja para escrever, pelos motivos que poderia nomear ou inventar, ficam apenas dois breves apontamentos.

Primeiro:
Fomos visitar a Fragata D. Fernando II e Glória que está em Cacilhas. Dizem eles à saída do JI: "Ó Rute o D. Fernando era o marido da D. Maria II... e quem era a Glória?!"

Olhos atentos perscrutaram toda a fragata enquanto cantavam a música dos Da Vinci e se concentravam para descer as íngremes escadas. De regresso ao JI as perguntas e a discussão pareciam não ter fim. É bom ter um grupo assim.

Segundo:
Ando preocupada com algumas questões relativas à aprendizagem, competências e adequação de estratégias. Nestes dias vou ler, reflectir, avaliar e redefinir algumas estratégias específicas para determinadas crianças.

Ah! E vou organizar o portefólio e todas as questões relativas à minha avaliação. E vou continuar a formação que estou a fazer... que exige trabalho, esforço, dedicação e tantas outras coisas mas que me faz rir, ficar bem disposta e com vontade de continuar a aprender!

Terceiro (afinal tinha mais um!):
Estavam a pensar que estava de férias, era?! Pois não é o caso. É que toda a gente nesta altura me pergunta: "então agora já estás de férias, não é?!". E não esperam pela resposta, dizem logo: "Que sorte!!!".

É, não é?!

Comentários

Juca disse…
Olá Rute,

Como te compreendo!

A par das questões que sempre se nos colocam relativamente ao trabalho com as nossas crianças, temos a complexidade de outras questões relevantes, como a gestão curricular e metodológica e tudo o que isso envolve em termos de investimento pessoal... e, claro, a última, com que todos infelizmente nos confrontamos.

Algumas pessoas, aquelas que têm um emprego em que se fecha a porta e fica lá tudo, nem sequer calculam que um docente traz na mala toda a escola... mesmo em alturas de interrupção lectiva!

Sim, porque não são férias (eu vou ter "formação" por convocatória na quinta feira santa e reunião de articulação na terça feira após a Páscoa), alguém poderá chamar isto de férias???

Então bons perídos de descanso, reflexão e trabalho!

Boa Páscoa!

Bjs, Juca
Pois é Rute, nas chamadas "férias" eu já fui ao jardim, já preparei a reunião de pais, a reunião de avaliação e hoje estou no computador desde as 9h. da manhã a trabalhar para... pois para a escola. Ás vezes queria fechar a porta e não pensar em mais nada... o trabalho é tanto e requer tanta atenção que às vezes só me apetece dizer: "Quando é que acaba a interrupção para ir para a escola e poder desacelerar um pouco! Por isso, votos de bom trabalho, que bom descanso só quando nos reformarmos e isso deve ser lá para as "calendas gregas"
Boa Páscoa
Luz

Mensagens populares deste blogue

Mãos à Obra!!!

Quando o pai da I. esteve a explicar-nos "como se fazem casas" (post anterior) ofereceu-nos um presente! Vejam só...
Os tijolos, as telhas... tudo em miniatura mas em tijolo! O "cimento", a pá de pedreiro... É o máximo, não acham? Agora só faltava pôr "MÃOS À OBRA"! Foi o que fizémos! Depois de misturar o pó com a água ficámos com cimento e começámos a construir a nossa Quinta. Sim, é uma Quinta e tem um poço e até animais.Tijolo a tijolo a nossa Quinta vai crescendo! É preciso muito trabalho de equipa porque isto da Construção Civil é trabalho pesado!E quando quisermos "mudar de casa" basta pôr esta dentro de água e ficamos com tijolos para construir outra vez! Quando a nossa Quinta estiver pronta estão convidados para uma "visita", fica combinado!

O prazer de cuidar, ver crescer, cozinhar e partilhar

Na nossa horta nós aprendemos a prever, a planear, a observar, a regar e a cuidar, a medir, a contar, a pesquisar, a partilhar, a cooperar... 



(A semear alfaces e couves com um avô.)

(Sensibilização para proteger a horta.)

(Colheita de feijão verde e outros legumes para a nossa sopa.)

 (Cabaz da nossa horta para oferecer ao nossos amigos e parceiros educativos da Junta de Freguesia)

(As batatinhas assadas que estavam uma delícia!)
E na horta há sempre muito para fazer e aprender. E é tão bom!!! (Tão bom que até nos esquecemos de fotografar.)

Yoga e Teatro

Os Girassóis semanalmente fazem prática de Yoga Integral. Atravessamos a estrada do nosso JI e lá estamos nós, numa sala gentilmente cedida por um nosso amigo, a mergulhar no Planeta Mágico dos Animais do Yoga. 


O Yoga também faz parte do nosso quotidiano no jardim de infância, revela-se na forma como nos relacionamos com os outros e com a natureza. E agora também na nossa relação com as Artes. Após uma ida ao teatro, resolvemos fazer a nossa própria peça de teatro, criámos diálogos, escolhemos espaços, adereços e músicas. 

Criámos e recriámos as posturas que conhecemos do yoga, interpretámos pequenas sequências de movimentos de forma adequada e adequada a cada personagem e à temática. 

Estivemos a explorar o conceito de yoga-teatro. 

Convidámos os colegas das outras salas e apresentámos o nosso espetáculo. 

Brevemente iremos apresentá-lo numa sala de teatro, perto de nós. Mais um passo nesta experiência que nos leva a ter mais interesse pelo yoga, pelo teatro e a utilizar progressiv…