quinta-feira, maio 18, 2006

Audácia de Criança...

Estava sentado no chão, pernas cruzadas, braços junto às pernas e em silêncio (quieto e calado na roda de meninos?! Coisa rara...).

Foi a sua vez de vir junto de mim realizar a avaliação das actividades que havia feito (depois posso explicar como fazemos).

Começo a ouvir: "Ó Rute, o B. tem um brinquedo de casa na mão!" (não era suposto isso acontecer neste momento...).

"Não tenho..." (responde o B.).

As outras crianças continuavam e pedi-lhes silêncio (compactuaram comigo).

O B. chegou junto a mim (brinquedo na mão direita atrás das costas).

Pega na caneta com a mão esquerda (costuma pegar com a direita...).

"É melhor segurares a folha enquanto escreves. Para ela não fugir..." (eu a tentar desmascará-lo...).

Com a audácia e perspicácia (de uma criança de 3 anos?!) deixa o brinquedo deslizar entre o seu braço e o corpo libertando a mão direita para segurar o papel (e eu impressionada...).

Depois de "escrever" (e com a mesma audácia e perspicácia anterior) volta a segurar o brinquedo com a mão direita.

Regressa ao seu lugar junto dos colegas (com o brinquedo junto à barriga e sorriso maroto). Senta-se (guardando o seu tesouro entre as pernas cruzadas) e com a maior das naturalidades mostra as mãos aos colegas e diz "não tenho nenhum brinquedo...".

Audácia de Criança... Doce Inocência!

1 comentário:

Jardineira aprendiz disse...

Olá Rute, obrigada pela visita, eu também vou concerteza voltar, porque este jardim tem umas 'cores' muito bonitas!