Avançar para o conteúdo principal

Boa pergunta...

Depois de uma semana cheiiiiiiiiiiiiiiiiiiia de trabalho, sem tempo para mais nada que não fosse trabalho, trabalho, trabalho.... eis que a semana acabou e o fim-de-semana vai ser de... trabalho!!!

A poucos dias da defesa da tese ainda há muito para preparar e em que pensar: terminar o ppt, reler a tese, estruturar melhor o que vou dizer, antecipar o que me podem perguntar e como posso responder...

Pensava eu que eram estas questões que tinha para resolver, quando a minha colega me pergunta:

"Então... e o que vais vestir?"

Pois... aqui está uma boa pergunta! Já agora... alguém tem a resposta?! É que só me ocorre algo do género...

Comentários

Ana disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana disse…
o importante é sentires-te à vontade...vestir a roupa mais confortável talvez seja a melhor opção para te estares confiante e as palavras sairem de forma certa...
Que o dia te sorria :)

e já agora, "break a leg"
pitanga disse…
E já está!

beijos
António Rosa disse…
Depois de ter terminado com o "Postaias da Novalis" a 5 de Fevereiro, para me dedicar mais à astrologia, tenho aproveitado este tempo para desenvolver mais os conceitos evolutivos dos signos do zodíaco, como base elementar desta nossa reencarnação.

Aqui fica o convite para conhecer melhor o signo onde está o seu sol de nascimento, assim como o dos seus familiares e amigos.

Copie-os para o word, para melhor poder reflectir sobre o signo mais importante do seu zodíaco.

Agradeço comentários no sentido de melhorar os textos, aprofundando-os.

Um abraço,

António Rosa
Daniela Teixeira disse…
Acho fantástico o trabalho que vens a desenvolver.
Boa sorte para a defesa da tese...
Um abraço.
Cerejinha disse…
Parabéns!!!!!!!!!!!!!!!!!!
E para a mestra nada, nada, nada?!?
TUDO!!!!!!!!!!!
Felicidades!
Sapito disse…
Vestir??? Hummmm.... Algo simples, mas sofisticado? :)

Bjs e Boa SORTE!!! :)
Joao Soares disse…
Ola, Rute, amiga do BioTerra
Preparei um dossier Educação pelo Desenvolvimento, Ambiente, Paz e Não Violência no Bioterra http://bioterra.blogspot.com
que pretendo o mais extenso possível, como que um MANIFESTO comum, alertando os leitores do meu blogue que existem imensas possibilidades para a Paz e Cooperação Ambiental e quantas associações disponiveis a nivel local,regional e global que estão empenhadas neste espírito.
Já agora agradeço a maior divulgação deste dossier e se colegas seus tiverem páginas pessoais e/ou blogues me escrevam para trocarmos os links. Teria muito gosto ainda de enriquecer o dossier com contributos.
Um abraço e Paz a todos os seres viventes
Joao Soares

Mensagens populares deste blogue

As estrelas da vizinhança

Na vida da aldeia, todos os vizinhos são nossos parceiros e há sempre espaço e tempo para trocar dois dedos de conversa, esperar que passem desenfreadamente à nossa frente ou que lentamente se passeiem ao nosso lado. Há tempo para os admirar, para lhes fazer uma festa ou simplesmente ficar a olhá-los indiscretamente.

Na vida da aldeia, as vacas e as cabras desfilam na estrada, a lagartixa passeia nas minhas escadas e as pessoas dizem "Bom dia" com um sorriso e um aceno de braço ou uma buzinadela.

Na vida da aldeia, o compasso é dado pelo sino da igreja e quando a burra da minha vizinha volta para o palheiro ao fim do dia, o morcego inicia o seu percurso habitual cumprimentando-me. A noite chega e brinda-nos com o seu silêncio e os mochos vizinhos com o seu piar.

Na vida da aldeia, admiram-se todos os vizinhos e companheiros e fica-se a olhar indiscretamente para os que estão lá no alto: as estrelas.

Na minha aldeia, as pessoas, os animais, a terra são excelentes vizinhos ma…

Mãos à Obra!!!

Quando o pai da I. esteve a explicar-nos "como se fazem casas" (post anterior) ofereceu-nos um presente! Vejam só...
Os tijolos, as telhas... tudo em miniatura mas em tijolo! O "cimento", a pá de pedreiro... É o máximo, não acham? Agora só faltava pôr "MÃOS À OBRA"! Foi o que fizémos! Depois de misturar o pó com a água ficámos com cimento e começámos a construir a nossa Quinta. Sim, é uma Quinta e tem um poço e até animais.Tijolo a tijolo a nossa Quinta vai crescendo! É preciso muito trabalho de equipa porque isto da Construção Civil é trabalho pesado!E quando quisermos "mudar de casa" basta pôr esta dentro de água e ficamos com tijolos para construir outra vez! Quando a nossa Quinta estiver pronta estão convidados para uma "visita", fica combinado!

Fomos às Amoras

Nos campos cultivados reluzem as abóboras.
Nas minhas escadas nascem deliciosas melancias.
Pequenas mãos ofertam-me peras sumarentas.
Os caminhos brindam-me com amoras silvestres.

Caminhámos e comemos amoras ainda quentes pelo sol da manhã.
À tarde há experiências na cozinha: doce de amora!

Grata por esta aldeia e por esta floresta que me acolhe.
Namastê.