quarta-feira, março 28, 2007

Garfos, facas, colheres de sopa e de sobremesa...

Sempre que me lembro dela vem-me à memória o dia em que estávamos as duas sentadas na cozinha. Ela, de cabelos brancos e olhar meigo e na pele as marcas do tempo e da vida; e eu, de ganchinhos no cabelo e olhar cheio de sonhos de menina.


Não sei se estávamos a almoçar ou simplesmente a conversar. Sei que estávamos ambas sentadas à mesa da cozinha da minha avó (sua filha) e que, ao deixar cair um objecto (não me recordo qual), pede-me para ser eu a apanhá-lo e justifica: "ó filha, é que eu engoli um garfo".


Lá apanhei o objecto mas aquela frase andou na minha cabeça durante um tempo. Não sei quando percebi o que ela me estava a dizer... mas agora até consigo perceber o que ela sentia! Só que... eu tenho menos de metade da idade que ela tinha e acho que não engoli um garfo mas sim o faqueiro completo!


2 comentários:

Ivo disse...

Eh eh.... Julgo que já soube mais o que era isso!!


Bom Fim de Semana!!

=^.^= Tarina =^.^= disse...

LOLOL

É, eu já estou como tu!!

Realmente á coisas realmente engraçadas!
Expressões que em pequeninas nos ficam a matutar na cabeça, não é?

1 beijinho e melhoras nessas costas!

=^.^= tarina