terça-feira, abril 17, 2007

Um ano de blog - um dia atribulado e inesperado


Faz hoje um ano que começaram a surgir as primeiras cores neste Jardim e dada a importância que este blog tem para mim, este seria um post com um brilho especial.

Lembram-se disto? E disto? Recordam-se como ficámos felizes por causa disto?

Momentos como estes, em que a alegria e o entusiasmo de projectos vividos estava ao rubro, ganharam uma nova cor neste jardim porque saíram do jardim-de-infância e passaram a ser partilhados com quem cá passa.


No entanto, há dias em que as cores ficam mais esbatidas. Hoje é um desses dias. Ontem à noite, depois de ter feito uma comunicação em que apresentei os projectos dinamizados com as crianças e todos os materiais foram expostos, regressei à casa branca no meio da serra. Deixei o carro no sítio do costume, entrei em casa como sempre, deitei-me tarde como é hábito. E hoje de manhã quando chego ao carro, a porta estava arrombada.

Juntamente com os lenços de papel, o mapa, o colete reflector e outros objectos semelhantes, levaram a pasta com os projectos que estava na mala do carro. O rádio continuava debaixo do banco e a antena estava no seu devido lugar. O que é mais útil?! O que é mais precioso?! Uma caixa de lenços de papel ou uma antena?! A produção profissional de anos de uma educadora de infância ou o rádio de um automóvel?! Ficam as questões, ficam as dúvidas, fica a tristeza da perda, fica a aprendizagem...

Fica também o obrigado a todos os que tornam este Jardim mais colorido e o desejo de que ele continue a crescer com a vossa colaboração.

2 comentários:

pitanga disse...

E como é que não vim para a festa? Teve Raposeira?

Rute disse...

Desta vez não houve raposeira Pitanga... fica para a próxima,tá prometido!!!