Avançar para o conteúdo principal

"Ele está a olhar para mim!!!!"

No fim-de-semana da mudança de casa resolvemos ir passear (sim, a vontade de carregar caixas era "quase" inexistente).

Depois de uma breve paragem na Ucanha (para alguns mais conhecida por Unhaca), de um belo almocinho em Tarouca (conhecida pelos mesmos por este mesmo nome), lá fomos nós rumo ao Parque Natural do Alvão (que sabiamos que era mais a Norte!). No caminho para Arnal (também designado por algumas pessoas como Arnaldo) parámos o carro para apreciar a paisagem e...


Lá veio ele a subir a rua!

E lá foi ele ao seu destino, depois de ter ficado a olhar para mim, enquanto eu continuava em cima do muro e a Bé gritava "É uma vaca!!! Sai daí!!!". (vá, riam-se à vontade! Mas havia um pormenor que me fazia permanecer em cima do muro!)


E tudo o que ele (ela!) queria era...


... matar a sede!!!

(Lamentavelmente, ou não!, não existem fotos do momento em que permaneci em cima do muro!)

Comentários

Tânia Beja disse…
Foi tão curtido!!!!
A toureira Rute... destemida e decidida a pegar o boi que era uma vaca e a sair em ombros da praça do Arnal, quem sabe com uma ou duas orelhas cortadas....lol...não consigo parar de rir quando revejo a cómica situação...Foi MESMO MUITO fixe!!!
"Sai daí Rute!" lololololol
bj
Rute disse…
TÂNIA... Apesar de por um breve (brevissimo!) segundo não ter achado muita piada à situação, foi mesmo muito cómico! Depois de uma conversa sobre touros nada melhor do que ir para o terreno... Ele há delas!!!
Tânia Beja disse…
Ru, era só uma vaquinha com sede...
bjinhos
Pitanga disse…
Não sei se com esse "pormenor' eu também não ficaria em cima do muro.

beijos e boas férias e..muuuuu
Teu espaço está bem lindinho!!!

Há vida!!!

Vim te ver e te deixo beijos!!!
Bom final de semana,
Cris
Ivo disse…
sim senhora, valentia!!

Tanto qt sei andas por lx.... eheh... quem sabe, não nos tenhamos ja cruzado agora!! Beijos e vou tantar marcar mais presença!! ;) Ahhh boas férias!!
Susana disse…
Olá!

Tenho um desafio para si no meu blogue! Passe por lá! E BOAS FÉRIAS!! ;)
Rute disse…
PITANGA, costuma-se dizer que os pormenores é que fazem a diferença... LOL

CRIS, obrigada pela visita e bom fim-de-semana!
Rute disse…
IVO, é verdade ando aqui por Lisboa! Hummm... será que nos cruzámos por aí?! Beijinho


SUSANA, hummm... vou lá espreitar. Obrigada pela visita e boas férias!

Mensagens populares deste blogue

Mãos à Obra!!!

Quando o pai da I. esteve a explicar-nos "como se fazem casas" (post anterior) ofereceu-nos um presente! Vejam só...
Os tijolos, as telhas... tudo em miniatura mas em tijolo! O "cimento", a pá de pedreiro... É o máximo, não acham? Agora só faltava pôr "MÃOS À OBRA"! Foi o que fizémos! Depois de misturar o pó com a água ficámos com cimento e começámos a construir a nossa Quinta. Sim, é uma Quinta e tem um poço e até animais.Tijolo a tijolo a nossa Quinta vai crescendo! É preciso muito trabalho de equipa porque isto da Construção Civil é trabalho pesado!E quando quisermos "mudar de casa" basta pôr esta dentro de água e ficamos com tijolos para construir outra vez! Quando a nossa Quinta estiver pronta estão convidados para uma "visita", fica combinado!

O prazer de cuidar, ver crescer, cozinhar e partilhar

Na nossa horta nós aprendemos a prever, a planear, a observar, a regar e a cuidar, a medir, a contar, a pesquisar, a partilhar, a cooperar... 



(A semear alfaces e couves com um avô.)

(Sensibilização para proteger a horta.)

(Colheita de feijão verde e outros legumes para a nossa sopa.)

 (Cabaz da nossa horta para oferecer ao nossos amigos e parceiros educativos da Junta de Freguesia)

(As batatinhas assadas que estavam uma delícia!)
E na horta há sempre muito para fazer e aprender. E é tão bom!!! (Tão bom que até nos esquecemos de fotografar.)

Yoga e Teatro

Os Girassóis semanalmente fazem prática de Yoga Integral. Atravessamos a estrada do nosso JI e lá estamos nós, numa sala gentilmente cedida por um nosso amigo, a mergulhar no Planeta Mágico dos Animais do Yoga. 


O Yoga também faz parte do nosso quotidiano no jardim de infância, revela-se na forma como nos relacionamos com os outros e com a natureza. E agora também na nossa relação com as Artes. Após uma ida ao teatro, resolvemos fazer a nossa própria peça de teatro, criámos diálogos, escolhemos espaços, adereços e músicas. 

Criámos e recriámos as posturas que conhecemos do yoga, interpretámos pequenas sequências de movimentos de forma adequada e adequada a cada personagem e à temática. 

Estivemos a explorar o conceito de yoga-teatro. 

Convidámos os colegas das outras salas e apresentámos o nosso espetáculo. 

Brevemente iremos apresentá-lo numa sala de teatro, perto de nós. Mais um passo nesta experiência que nos leva a ter mais interesse pelo yoga, pelo teatro e a utilizar progressiv…