Avançar para o conteúdo principal

Sobremesa?!


Pedi umas natas do céu... e recebi uma multa de estacionamento. Ser gulosa não compensa e ser distraída e não colocar moedas no parquimetro também não.


O sr agente entrou ao serviço às 14h15m, multou-me às 14h20, vi a multa às 14h25m, às 14h28m estava na esquadra mas não retiraram a multa e às 14h35m passei pelo sr agente que me multou e que estava na galhofa à porta do café tipo tasca da esquina e olha para mim quando passo por ele. Apeteceu-me puxar-lhe o bigode farfalhudo mas... afinal de contas eu é que pedi a sobremesa!


Duas dúvidas:

a) o que fazia o sr agente à porta do café tipo tasca da esquina?!

b) aqui chamam "pacometro" ao parquimetro?!

Após o "gentil alerta" de um anónimo foram corrigidas as gralhas que constavam neste post.

Comentários

Pitanga disse…
Resolvias as questão se dividisses esta taça com o Sr, Agente, ó Rute.

beijos e vai ao Pitanga Doce hoje.
disse…
resposta para a questão número 1: O Sr. agente estava alegremente a contar a toda gente na tasca que o que se havia passado durante os primeiros 20minutos da sua tarde de trabalho...eheheh
resposta para a segunda questão: kida aí dizer coisas que não lembra a ninguém por isso é muito provável que tenham um maneira peculiar de tratar o paquímetro...lolol
bj
Anónimo disse…
Se vocês fossem minimamente cultas...ou pelo menos procurassem sê-lo, consultariam um bom dicionário para tirar dúvidas antes de tornarem pública a vossa ignorância, e veriam que ambas as formas estão correctas e são possíveis de ser utilizadas na língua portuguesa, isto é,PARQUIMETRO, e não paquimetro como vocês erradamente dizem, significa o mesmo que PARCÓMETRO, e não pacómetro,...ó ignorância ao que chegas...e acham-se vocês melhores pessoas do que o guarda que estava à porta da taberna da esquina, certamente tão digna como o café que serve natas do céu...

Por favor...cuidado com o que revelam...
Rute disse…
Caro Anónimo:

Em primeiro lugar obrigada por rectificar a gralha existente na palavra "paquimetro". Esclareço também que não havia gralha alguma em "pacometro" provavelmente faltaram-lhe as aspas para que todos percebessem o porquê de estar assim escrito.
Quanto ao restante conteúdo do seu comentário... vou "ignorar" comentários de quem se acha suficientemente culto e superior para escrever o que lhe apetece sobre os outros num espaço que não é seu e confortavelmente se esconde atrás do anonimato.
Anónimo disse…
Ahh...pensei que o "meu espaço" era o meu lar, e que um blog seria um espaço de partilha...onde podem entrar, conhecer e opinar milhares de cidadãos do mundo...
Mas...quando a partilha não agrada, ou é de "difícil digestão"...

Sabe...a Educação de Infância é de extrema responsabilidade...
Bé disse…
1. Ainda me cheira a banana arrependida! Ah e apesar de este anónimo mostrar alguma eficácia, o meu corrector ortográfico faria muito melhor!
2. "minimamente cultas"?!?! parece-me que as concepções deste anónimo sobre o conceito "cultura" andam muito por baixo...tenho alguma bibliografia de referência...se quiser esteja à vontade!
3. A palavra "ignorância" proferida por uma pessoa que faz tantos juízos de valor sem me (nos) conhecer minimamente parece-me, mais uma vez, uma falha...mas respeito. Cada um com as suas falhas!
4. Falar de blogs e definí-los como unicamente um espaço de partilha parece-me, só mais uma vez, outra falha... Os blogs podem ser, tal como disse a Rute um espaço com dono, não partilhado, completamente oculto, etc, etc... este tipo de opções estão disponíveis nas configurações do blog... lol... sei que estou a ser repetitiva, mas... acho que sobre blogs também posso fornecer alguma bibliografia!
5."difícil digestão" remete-me para o caso da banana, outra vez...lol
6.Caro anónimo não percebi a ligação deste post e dos consequentes comentários à Educação de Infância "...a Educação de Infância é de extrema responsabilidade...", pois é e então?
7. Quase me esquecia...paquímetro existe, é o "instrumento utilizado para medir a distância entre dois lados simetricamente opostos num objecto" (wikipédia), sei que a Rute não se referia a este objecto, mas ainda assim...fica a informação. E parquímetro ou parcómetro é o "aparelho que contabiliza o tempo de estacionamento concedido a um veículo automóvel em parque público e determinadas ruas ou praças, mediante o pagamento de uma certa quantia" (priberam. ah e tem acento...lol...considero que o seu corrector ortográfico anda fraquinho...upgrade??!! lol
8. Despeço-me cheia de alegria porque consigo compreender as piadas que se fazem neste blog...sei que nem todos conseguem, mas podem sempre continuar a tentar...
Bj Rute!!!
Anónimo disse…
...Tanta insistência no fruto só pode revelar muita falta dele...mas quanto a isso é melhor procurar ajuda. Em relação à cultura, procurem-na, usem-na, não pensem nunca que são detentoras dela...ninguém o é.

E quanto à estrema responsabilidade da Educação de Infância...a sua alegria de conseguir compreender as piadas (ou as verdades) deste blog é infundada, pois vejo que é falsa : é que não basta ter um ou até mais do que um "canudo"... há que fazer uso do que é mais importante...que "é invisível para os olhos..."

Que lhes sirva de lição fazerem juízos de valor...

Até nunca!
Anónimo disse…
...Peço desculpa pela pressa. Onde se lê estrema é claro que deve lêr-se extrema.Às vezes até os anónimos cometem gralhas, tal é a ânsia de tentar abrir algumas mentes...

Mensagens populares deste blogue

Mãos à Obra!!!

Quando o pai da I. esteve a explicar-nos "como se fazem casas" (post anterior) ofereceu-nos um presente! Vejam só...
Os tijolos, as telhas... tudo em miniatura mas em tijolo! O "cimento", a pá de pedreiro... É o máximo, não acham? Agora só faltava pôr "MÃOS À OBRA"! Foi o que fizémos! Depois de misturar o pó com a água ficámos com cimento e começámos a construir a nossa Quinta. Sim, é uma Quinta e tem um poço e até animais.Tijolo a tijolo a nossa Quinta vai crescendo! É preciso muito trabalho de equipa porque isto da Construção Civil é trabalho pesado!E quando quisermos "mudar de casa" basta pôr esta dentro de água e ficamos com tijolos para construir outra vez! Quando a nossa Quinta estiver pronta estão convidados para uma "visita", fica combinado!

O prazer de cuidar, ver crescer, cozinhar e partilhar

Na nossa horta nós aprendemos a prever, a planear, a observar, a regar e a cuidar, a medir, a contar, a pesquisar, a partilhar, a cooperar... 



(A semear alfaces e couves com um avô.)

(Sensibilização para proteger a horta.)

(Colheita de feijão verde e outros legumes para a nossa sopa.)

 (Cabaz da nossa horta para oferecer ao nossos amigos e parceiros educativos da Junta de Freguesia)

(As batatinhas assadas que estavam uma delícia!)
E na horta há sempre muito para fazer e aprender. E é tão bom!!! (Tão bom que até nos esquecemos de fotografar.)

Yoga e Teatro

Os Girassóis semanalmente fazem prática de Yoga Integral. Atravessamos a estrada do nosso JI e lá estamos nós, numa sala gentilmente cedida por um nosso amigo, a mergulhar no Planeta Mágico dos Animais do Yoga. 


O Yoga também faz parte do nosso quotidiano no jardim de infância, revela-se na forma como nos relacionamos com os outros e com a natureza. E agora também na nossa relação com as Artes. Após uma ida ao teatro, resolvemos fazer a nossa própria peça de teatro, criámos diálogos, escolhemos espaços, adereços e músicas. 

Criámos e recriámos as posturas que conhecemos do yoga, interpretámos pequenas sequências de movimentos de forma adequada e adequada a cada personagem e à temática. 

Estivemos a explorar o conceito de yoga-teatro. 

Convidámos os colegas das outras salas e apresentámos o nosso espetáculo. 

Brevemente iremos apresentá-lo numa sala de teatro, perto de nós. Mais um passo nesta experiência que nos leva a ter mais interesse pelo yoga, pelo teatro e a utilizar progressiv…