Avançar para o conteúdo principal

(não sei que título dar a este post)

(Quadro de Paula Rego)


Se foi com agrado que há uns meses atrás recebi a notícia de que as minhas propostas de comunicação tinham sido aceites no ECER (Suécia) e EECERA (Noruega), foi com tristeza que, por razões profissionais, me vi forçada a desistir de ambos os congressos.

Quando ontem recebi o mail de deferimento de uma das bolsas que solicitei à Gulbenkian... foi um misto de emoções. Gostava muito de ir, de ter a experiência de fazer uma comunicação num país e numa língua que não a minha, de ouvir investigadores e experiências diversas, de ouvir a Maria e a Glicéria (entre outros), de conhecer a Suécia e a Noruega...

Enfim... agora resta-me esperar para ler o que a Maria e a Glicéria partilharem aqui e ali. Bom trabalho e boa viagem para as duas!

Comentários

Recebi uma nomeação para o Prémio Dardos da parte da nossa colega Bé, do blogue Educar Partilhando e, apesar de não ser muito fã de "correntes", resolvi reencaminhar para aqueles blogues com os quais partilho alguma coisa... perspectivas, ideias, ideais, etc.

Então aqui fica o recado e, se puderes, vai ao jardimdecruzeiro, pois o dístico e as regras estão na faixa lateral em "prendinhas que recebemos".

Obrigada e continuação de boas férias!

Bjs, Juca
Rute disse…
Olá Juca

Obrigada pela nomeação e, principalemente, pelas partilhas que vamos fazendo e que nos aproximando (mesmo que seja virtualmente). Mesmo não sendo, tal como tu dizes, fã de "correntes" fico satisfeita por te teres lembrado de mim e do Jardim das Cores.

Bjs e boas férias
Sonia Regly disse…
Parabéns pelo lindo Blog.Vou linká-la, também sou professora.Apareça lá no Compartilhando as Letras, sua visitinha é uma honra!!!!
Joana disse…
Podes tentar pedir um subsidio da FACC na Fundação para a Ciência e Tecnologia. Se não for desta, fica a dica para a próxima!
Rute disse…
SONIA REGLY: Obrigada pela visita. É um prazer recebê-la neste jardim.

JOANA: Obrigada pela dica. ;)
Sonia Regly disse…
Rute,
Seus Blogs são muito bons.Eu ainda não sei linkar, vou pedir minha filha para fazer isso para mim, ok?? Como somos Professoras, temos muitas figurinhas para trocar.Beijinhos.

Mensagens populares deste blogue

Mãos à Obra!!!

Quando o pai da I. esteve a explicar-nos "como se fazem casas" (post anterior) ofereceu-nos um presente! Vejam só...
Os tijolos, as telhas... tudo em miniatura mas em tijolo! O "cimento", a pá de pedreiro... É o máximo, não acham? Agora só faltava pôr "MÃOS À OBRA"! Foi o que fizémos! Depois de misturar o pó com a água ficámos com cimento e começámos a construir a nossa Quinta. Sim, é uma Quinta e tem um poço e até animais.Tijolo a tijolo a nossa Quinta vai crescendo! É preciso muito trabalho de equipa porque isto da Construção Civil é trabalho pesado!E quando quisermos "mudar de casa" basta pôr esta dentro de água e ficamos com tijolos para construir outra vez! Quando a nossa Quinta estiver pronta estão convidados para uma "visita", fica combinado!

O prazer de cuidar, ver crescer, cozinhar e partilhar

Na nossa horta nós aprendemos a prever, a planear, a observar, a regar e a cuidar, a medir, a contar, a pesquisar, a partilhar, a cooperar... 



(A semear alfaces e couves com um avô.)

(Sensibilização para proteger a horta.)

(Colheita de feijão verde e outros legumes para a nossa sopa.)

 (Cabaz da nossa horta para oferecer ao nossos amigos e parceiros educativos da Junta de Freguesia)

(As batatinhas assadas que estavam uma delícia!)
E na horta há sempre muito para fazer e aprender. E é tão bom!!! (Tão bom que até nos esquecemos de fotografar.)

Yoga e Teatro

Os Girassóis semanalmente fazem prática de Yoga Integral. Atravessamos a estrada do nosso JI e lá estamos nós, numa sala gentilmente cedida por um nosso amigo, a mergulhar no Planeta Mágico dos Animais do Yoga. 


O Yoga também faz parte do nosso quotidiano no jardim de infância, revela-se na forma como nos relacionamos com os outros e com a natureza. E agora também na nossa relação com as Artes. Após uma ida ao teatro, resolvemos fazer a nossa própria peça de teatro, criámos diálogos, escolhemos espaços, adereços e músicas. 

Criámos e recriámos as posturas que conhecemos do yoga, interpretámos pequenas sequências de movimentos de forma adequada e adequada a cada personagem e à temática. 

Estivemos a explorar o conceito de yoga-teatro. 

Convidámos os colegas das outras salas e apresentámos o nosso espetáculo. 

Brevemente iremos apresentá-lo numa sala de teatro, perto de nós. Mais um passo nesta experiência que nos leva a ter mais interesse pelo yoga, pelo teatro e a utilizar progressiv…