Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2009

Eu fui

E trouxe




Mas também queria trazer



Mas eu não posso ver Festas e Feiras do Livro... ainda há pouco passei por uma e não reisisti a espreitar!!

O blog da Festa e o programa aqui

"Twitterlandia"

Via Blogtailors fiquei a conhecer o Twitter em 4:30. Já lá estou há mais de um ano e ainda ontem estive a discutir com uma amiga da vida "real"(lol) e colega twitteriana, o quanto temos a sensação de estarmos a conversar só com o grupo restrito de pessoas quando na realidade estamos a partilhar com o mundo as nossas palavras. Para mim (nós) o twitter surgiu como partilha/desabafo do que cada um estava a fazer enquanto trabalhavamos no pc.


Pensar a Educação

A entrevista com Aldo Naouri (no Público) "Os maus pais são os que acham que a criança tem direito a tudo" tem dado que falar, pensar e argumentar na blogosfera. Envolta em alguma polémica e com defensores do SIM e do NÃO, importa ressaltar que a entrevista pelo menos veio mexer (ou não!) com as convicções de uns e de outros e colocar em debate questões educativas com que nos deparamos actualmente: autoridade, limites, transgressão, democracia, direitos da criança... Concordando umas vezes mais ou outras vezes menos com algumas das suas afirmações, no meu ponto de vista parece-me importante que: - os NÃO sejam firmes; - os SIM sejam significativos e sentidos; - as relações geracionais verticais também podem (e devem) ser pautadas por momentos relacionais horizontais; - as crianças TÊM Direitos na Europa e no Mundo inteiro; - as crianças devem saber o que é a Democracia e aprender a viver nela e com ela; - temos (nós, adultos) que lhes pedir desculpa quando erramos (porque todo…

Formiguinhas

As formigas andavam no recreio. As crianças seguiam-nas há já uns dias e elas levaram-nos até à "porta" de sua casa.




A vontade de querer saber mais foi crescendo e, para dar resposta às suas questões, encontrámos, na biblioteca da escola, livros que ajudam a saber mais sobre as formigas.




Enquanto seguem as formigas no recreio, vêem os livros, registam aprendizagens, discutem novas deias e solicitam o meu parecer... arranjámos também um formigueiro.





Não foi facil apanhar formigas sem as magoar. Foi preciso alguma rapidez, persistência e carinho.




Agora gostamos de observar e cuidar das formigas e continuamos a aprender muita coisa.

desabafo... de "chocolate"

No JI andamos envolvidos em tantas tarefas ao mesmo tempo que é difícil dar resposta a todos os interesses, necessidades, deveres e afazeres. A Páscoa está à porta e para a semana muitas crianças já não vão ao JI e, por isso, os coelhos com o ovo de chocolate que decidimos fazer têm de estar prontos amanhã! E há tantas outras coisas que queremos fazer e que não são ovos, coelhos, galinhas e todas essas coisas que se tem de fazer porque é da época, todos fazem e parece mal não fazer (e as crianças também gostam, é verdade!). Mas, sinceramente, nunca simpatizei muito com épocas festivas... se bem que goste de chocolate!

Primeira Festa do Livro Infantil (Lisboa)

Via Blogtailors fiquei a conhecer O Livro Infantil(da Pós-Graduação em Livro Infantil da UCP) e já "marquei na agenda" a Primeira Festa do Livro Infantil a decorrer em Lisboa, na Praça da Figueira, entre 27 de Março e 4 de Abril (10h-20h). Organizado conjuntamente pela Câmara Municipal de Lisboa (CML) e pela Divulgação, conta com o apoio do Plano Nacional de Leitura e da União dos Editores Portugueses e estarão presentes mais de 40 editoras, com promoções e descontos. Está também prevista a leitura de obras e sessões com autores.
«Para chamar o público infantil, a CML está a enviar para escolas e ateliers de tempos livres milhares de vales de desconto de um euro, destinados a utilizar na compra de cada conjunto de dois livros. Um dos pontos altos da programação será um atelier à volta do livro A Maior Flor do Mundo, organizado pela Fundação José Saramago. O evento apanhará em cheio o Dia Internacional do Livro Infantil – que se comemora a 2 de Abril, dia do nascimento de Hans…

Marketing, livros e não só...

Dois sábados bem passados na Biblioteca Municipal de Algés na companhia agradável de colegas da educação, bibliotecários, contadores de histórias, editores e (até!) estudantes de engenharia.

Do "outro lado" veio a experiência e conhecimento de quem está "por dentro" das questões de marketing do livro.

Agora permanecem os conhecimentos numa área que ainda era algo distante e a "secreta" vontade de um dia ter um espaço em que os livros não sejam só meus.

Obrigada Câmara Municipal de Oeiras ("Oeiras a Ler") e Booktailors

ah pois... o Magalhães

No JI começamos a perceber cada vez melhor como funcionam estas coisas dos projectos. Na realidade as crianças querem é descobrir e aprender coisas novas, por isso torna-se cada vez mais pertinente apoiá-las também na descoberta de metodologias e ferramentas que as ajudem a encontrar caminhos para responder a essa vontade de aprender. As formigas do recreio vieram despertar uma curiosidade imensa e também muitas dúvidas. Ainda estamos mesmo a começar... mas foi um começo bom, tranquilo, com muita conversa (e ainda há tão pouco tempo era tão difícil conversar!). As formigas vieram igualmente evidenciar que algumas crianças já fizeram aquisições processuais do trabalho de projecto, imprimindo uma dinâmica cada vez maior ao processo de descoberta do grupo. Mas os projectos também nos abrem janelas para outras percepções e concepções das crianças. O computador está há pouco tempo na nossa sala e não temos internet mas durante a conversa inicial sobre como e onde poderiamos saber mais sobre …

Perspectivas... no JI

Germinação do feijão

Detalhes... Serralves

Fevereiro 2009

Cores... do Porto

Fevereiro 2009

...

Concentrar esforços, direccionar energias, reforçar estratégias...

... mas não era bem para estas coordenadas! O GPS deve estar avariado... outra vez?!...

Sobre ser mulher...

Algumas perspectivas das crianças...

"É ser mãe" (J., 6 anos)
"É ser adulto" (F., 5 anos)
"É uma menina grande"(M., 5 anos)
"Pintam a boca de vermelho" (L., 3 anos)
"Tratam da roupa do marido" (Mr., 6 anos)

Haveria muito a dizer sobre estas perspectivas, certo?!

Acho que sim!

Aliado à minha escassa disponibilidade mental para escrever qualquer coisinha neste meu espaço, juntam-se as dificuldades em editar as fotos. Ou é da net, ou é do blogger ou é de mim!!! Não há paciência!!

Já lá vão os tempos em que as palavras corriam livremente para o teclado do portátil e ficavam mais ou menos ordenadas... tempos em que da janela via as ovelhas e ouvia o riacho... tempos em que as novas tecnologias (que às vezes também falhavam!!!) traziam as palavras e as vozes daqueles que, estando longe, estavam perto de mim.

Acho que sim! Continue a net a falhar e eu continuarei a ter cada vez menos "disponibilidade" para escrever!!!