Avançar para o conteúdo principal

Desabafos à saída do JI

ilustração: Carla Pott

Todos vestem os casacos e pegam nas mochilas. Uns debatem-se ainda com os botões das batas ou os atacadores dos sapatos.

A M. está junto ao seu cabide e enquanto pega na mochila vai murmurando:
- "Mas como é que os pais fazem isto?! Não percebo como é que os pais fazem isto..."

Fiquei curiosa com este murmurar... Perguntei-lhe a que se referia e ela respondeu:
- "Não consigo perceber como é que os pais vão embora e chegam tão depressa!"

E não pude deixar de concordar com ela pois também eu tenho essa sensação! E disse-lhe:
- "Pois é M., estamos tão entretidos que nem damos por o tempo passar e apetecia-nos ficar cá mais tempo..."

Ela olhou para mim enquanto eu a ajudava com a mochila, sorriu e disse:
- "Pois é!!"

E lá fomos ao encontro dos pais ainda envoltos nesta magia que se chama envolvimento.

Comentários

E esse envolvimento é um dos grandes trunfos do Jardim de Infância. É muito bom quando eles não querem ir embora!
Boa semana
Luz
rute moura disse…
LUZ: Sem dúvida que sabe bem sentirmo-nos e senti-los envolvidos. Além disso também os outros (pais, familiares, educadores das outras salas) sentem o envolvimento através do entusiasmo de todos... e é, como dizes, um trunfo precioso da educação de infância: envolver e estar envolvido.

Boa semana
Juca disse…
É mesmo, às vezes parece que o tempo voa e isso só acontece quando estamos bem!
Beijinhos, Juca

Mensagens populares deste blogue

Mãos à Obra!!!

Quando o pai da I. esteve a explicar-nos "como se fazem casas" (post anterior) ofereceu-nos um presente! Vejam só...
Os tijolos, as telhas... tudo em miniatura mas em tijolo! O "cimento", a pá de pedreiro... É o máximo, não acham? Agora só faltava pôr "MÃOS À OBRA"! Foi o que fizémos! Depois de misturar o pó com a água ficámos com cimento e começámos a construir a nossa Quinta. Sim, é uma Quinta e tem um poço e até animais.Tijolo a tijolo a nossa Quinta vai crescendo! É preciso muito trabalho de equipa porque isto da Construção Civil é trabalho pesado!E quando quisermos "mudar de casa" basta pôr esta dentro de água e ficamos com tijolos para construir outra vez! Quando a nossa Quinta estiver pronta estão convidados para uma "visita", fica combinado!

O prazer de cuidar, ver crescer, cozinhar e partilhar

Na nossa horta nós aprendemos a prever, a planear, a observar, a regar e a cuidar, a medir, a contar, a pesquisar, a partilhar, a cooperar... 



(A semear alfaces e couves com um avô.)

(Sensibilização para proteger a horta.)

(Colheita de feijão verde e outros legumes para a nossa sopa.)

 (Cabaz da nossa horta para oferecer ao nossos amigos e parceiros educativos da Junta de Freguesia)

(As batatinhas assadas que estavam uma delícia!)
E na horta há sempre muito para fazer e aprender. E é tão bom!!! (Tão bom que até nos esquecemos de fotografar.)

Coisas de Crescidos...

Temporariamente em modo de "crescida" e afastada do jardim... mas não por muito tempo! Até já.