domingo, novembro 08, 2009

Desabafos à saída do JI

ilustração: Carla Pott

Todos vestem os casacos e pegam nas mochilas. Uns debatem-se ainda com os botões das batas ou os atacadores dos sapatos.

A M. está junto ao seu cabide e enquanto pega na mochila vai murmurando:
- "Mas como é que os pais fazem isto?! Não percebo como é que os pais fazem isto..."

Fiquei curiosa com este murmurar... Perguntei-lhe a que se referia e ela respondeu:
- "Não consigo perceber como é que os pais vão embora e chegam tão depressa!"

E não pude deixar de concordar com ela pois também eu tenho essa sensação! E disse-lhe:
- "Pois é M., estamos tão entretidos que nem damos por o tempo passar e apetecia-nos ficar cá mais tempo..."

Ela olhou para mim enquanto eu a ajudava com a mochila, sorriu e disse:
- "Pois é!!"

E lá fomos ao encontro dos pais ainda envoltos nesta magia que se chama envolvimento.

3 comentários:

Maria da Luz Borges disse...

E esse envolvimento é um dos grandes trunfos do Jardim de Infância. É muito bom quando eles não querem ir embora!
Boa semana
Luz

rute moura disse...

LUZ: Sem dúvida que sabe bem sentirmo-nos e senti-los envolvidos. Além disso também os outros (pais, familiares, educadores das outras salas) sentem o envolvimento através do entusiasmo de todos... e é, como dizes, um trunfo precioso da educação de infância: envolver e estar envolvido.

Boa semana

Juca disse...

É mesmo, às vezes parece que o tempo voa e isso só acontece quando estamos bem!
Beijinhos, Juca