Avançar para o conteúdo principal

O que se esconde para lá da porta (ainda) branca

Entre dias repletos de  reuniões e outros preparativos burocráticos para dar início ao ano letivo, lá houve alguns momentos destinados à preparação da sala para receber as nossas crianças. O ambiente educativo vai sendo construído e (re)criado ao longo do ano, com e para as crianças, mas a primeira vez que se entra na sala é, de certo, um momento único e que merece a nossa atenção.

Para os que entram pela primeira vez, é o desvendar do mistério do que se esconde para lá da porta (ainda) branca. Para os que regressam, é o desejo de reencontrar a magia e realizar novas experiências.

Para todos, é descobrir que alguém os espera e que fizeram preparativos para os receber. Para mim, é como receber o mais ilustre convidado num espaço que vai passar a ser nosso e que nele queremos viver as mais fabulosas aventuras. Por isso, preparo tudo para que se sintam bem quando chegam e para que possamos tornar este espaço, o nosso espaço.

A nossa sala esteve assim:


Depois ficou assim:




Agora, está pronta para começar a ser organizada e vivida com as crianças.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Mãos à Obra!!!

Quando o pai da I. esteve a explicar-nos "como se fazem casas" (post anterior) ofereceu-nos um presente! Vejam só...
Os tijolos, as telhas... tudo em miniatura mas em tijolo! O "cimento", a pá de pedreiro... É o máximo, não acham? Agora só faltava pôr "MÃOS À OBRA"! Foi o que fizémos! Depois de misturar o pó com a água ficámos com cimento e começámos a construir a nossa Quinta. Sim, é uma Quinta e tem um poço e até animais.Tijolo a tijolo a nossa Quinta vai crescendo! É preciso muito trabalho de equipa porque isto da Construção Civil é trabalho pesado!E quando quisermos "mudar de casa" basta pôr esta dentro de água e ficamos com tijolos para construir outra vez! Quando a nossa Quinta estiver pronta estão convidados para uma "visita", fica combinado!

Coisas de Crescidos...

Temporariamente em modo de "crescida" e afastada do jardim... mas não por muito tempo! Até já.

Dêem voz às crianças

Um artigo muito interessante, de leitura breve e bem actual.

The Disturbing Transformation of Kindergarten