sábado, setembro 23, 2006

Quando a cabeça não tem juízo... a criança é que sofre!!!


Estou a fazer o tratamento de dados para a minha tese de mestrado, não é tarefa fácil mas dá-me imenso gozo (eu bem tenho dito que farto-me de trabalhar mas há quem não acredite!!!). Só para saberem são 45 entrevistas a crianças, pais e avós (até nem é muito!).


Fazer entrevistas-conversas às crianças nem sempre é fácil mas esta não foi difícil, foi quase Missão Impossivel! E a culpa foi... minha!!!!! Não sei onde tinha a cabeça... Criança sofre!... Ora vejam só...

Eu - Quem mora contigo na tua casa?
Criança – A mãe e o pai e o Picasso que é o meu gato.
Eu – Ai tens um gato que se chama Picasso?!
Criança – Sim. Eu no outro dia disse-te!
Eu–
Já não me lembrava que ele se chamava Picasso. Sabia que tinhas um gato mas não me lembrava que se chamava Picasso. Olha... e tens livros lá em casa?


(a conversa continua e...)


Eu – Qual é a tua história preferida?
Criança -
... A do "Avião e do Lobo".
Eu – Uhm... não conheço essa... tens que me emprestar essa...
Criança– A do "lobo"?!
Eu – Sim.
Criança – Um dia tu trouxeste a do "Lobo" da biblioteca!
Eu -
... Eu trouxe essa história?...
Criança –
Sim...
Eu – Ai! A minha cabeça já não está boa! Eu já não me lembro!
Criança –
É!
Eu – É?! Então olha ainda bem que te lembras porque eu já não me lembro!...

( e não sendo suficiente...)

Eu - Olha ... e diz-me uma coisa: tu gostas mais que te leiam as histórias que estão escritas nos livros ou que te contem aquelas histórias que nascem assim... da cabeça?!
Criança– Como o "João Porcalhão" que eu trouxe para a escola?!
Eu –
Pois trouxeste! Essa eu lembro-me!




7 comentários:

Fatima Vinagre disse...

Lembranças... Histórias...Vivências...
são o que levamos desta vida! Bj

125_azul disse...

Sabias que uma lantejoula é a mulher do alentejano? Resposta de um garoto de 8 anos a umapergunta de um teste psicológico...
Beijinhos

Mocho Falante disse...

olá viva

venho agradecer a visita lá no poiso

volta sempre

Sapito disse...

Por vezes pergunto-me se as criancinhas não serão bem mais ajuizadas que nós!! :)

Jardineira aprendiz disse...

Não te quero desanimar, mas se fores como eu vai-te habituando! Memória de criança é só mesmo para as crianças. MAs deixa lá, ganha-se outros tipos de juízo. (?)
Beijinho

Anónimo disse...

Trabalhar com crianças o dia todo era daqueles trabalhos que eu não podia ter... falta-me a paciência. Admiro cada pessoa que o faz, para mim são uns heróis...

Cidalia disse...

olá.
Também estou a fazer uma investigação com crianças, no âmbito do mestrado de educação ambiental e, também vou fazer entrevistas as crianças no Jardim de Infância mas, estou com alguma dificuldade de recolha de material bibliográfico.
Será que poderia disponibilizar-me algumas informações neste sentido?
Grata por toda a informação que possa dispensar

Cidália