Avançar para o conteúdo principal

Alhambra no Maravilh’Arte 21

Mohammed I, o primeiro rei dos Nazaris – uma das dinastias mouriscas de Granada – converteu um castelo do século IX em sua residência privada, dando origem ao que conhecemos hoje como a Alhambra. A estrutura, que ocupa uma área de 13 hectares, é conhecida pelos belíssimos frescos e pelos pormenores do seu interior. O edifício constitui também um dos mais belos exemplos da arquitectura mourisca em todo o mundo, sendo uma das atracções turísticas mais visitadas na Europa. (Este texto foi retirado daqui).
Aqui ficam algumas impressões blogosféricas acerca desta candidata a uma das 7 Novas Maravilhas do Mundo.

O Casccalense conta que:
Ao cimo duma das colinas vê-se o imponente Alhambra, o palácio construído em época de cidade árabe e passada de mãos em mãos por judeus e cristãos. Guarda a cidade no meio de uma beleza verdejante acima do rio Darro e ao lado do enorme bairro do século XVI - El Albaicín é composto por inúmeras casas e vivendas de cor branca, telhados acastanhados, azulejos e tijolos de padrões de outros tempos, casas de gente rica e gente pobre, umas mais arranjadas que outras, algumas habitadas por estudantes, outras são repúblicas universitárias. No alto o miradouro de São Nicolau junta ao fim do dia dezenas de pessoas, locais e estrangeiros, músicos, artistas, comerciantes, num ritmo quente e de festa, junto da igreja, das esplanadas e das árvores tem-se a vista do Alhambra que se junta aos sons de estalares de palmas da mão e violas. Com autocarros que fazem o percurso da cidade até ao topo, não os sigam, vão a pé, que é bem mais giro e fazem exercício.

N'Os Voos da Gaivota, a Ana Olívia explica-nos que:
Finalmente, no domingo foi-nos possível desfrutar de Granada!Logo de manhã apanhámos um táxi para Alhambra, que fica no cume de uma montanha que relembra o Palácio da Pena, em Sintra, e passámos momentos deliciosos passeando calmamente (forçosamente devido à minha incapacidade pedonal ;)) pelos jardins e palácios muçulmanos que constituem o Alhambra. Adorámos! Estava sol, com um ar fresco e puro da montanha muito agradável...O Alhambra foi construído no reinado de alguns sultões da dinastia nazarí , que pretenderam evidenciar o seu poder através da ideia de "paraíso na terra". Todos os edifícios foram construídos com gesso, azulejos e madeira. Através das fotografias poderão ver um pouco desta maravilha e, quem não conhece, recomendo a lá irem!

E no Straight Up, No Ice, a Stratega acompanha uma bela fotografia com este texto:
A olhar pra estas paredes ganhei um amigo, há uns anitos.
Acho que para sempre, apesar das confusões pelo meio.Acho que esta foto é a minha preferida, daquele lugar. Alhambra em Granada, Espanha.

Este post é publicado no âmbito do concurso de desenho Maravilh'Arte 21.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Mãos à Obra!!!

Quando o pai da I. esteve a explicar-nos "como se fazem casas" (post anterior) ofereceu-nos um presente! Vejam só...
Os tijolos, as telhas... tudo em miniatura mas em tijolo! O "cimento", a pá de pedreiro... É o máximo, não acham? Agora só faltava pôr "MÃOS À OBRA"! Foi o que fizémos! Depois de misturar o pó com a água ficámos com cimento e começámos a construir a nossa Quinta. Sim, é uma Quinta e tem um poço e até animais.Tijolo a tijolo a nossa Quinta vai crescendo! É preciso muito trabalho de equipa porque isto da Construção Civil é trabalho pesado!E quando quisermos "mudar de casa" basta pôr esta dentro de água e ficamos com tijolos para construir outra vez! Quando a nossa Quinta estiver pronta estão convidados para uma "visita", fica combinado!

O prazer de cuidar, ver crescer, cozinhar e partilhar

Na nossa horta nós aprendemos a prever, a planear, a observar, a regar e a cuidar, a medir, a contar, a pesquisar, a partilhar, a cooperar... 



(A semear alfaces e couves com um avô.)

(Sensibilização para proteger a horta.)

(Colheita de feijão verde e outros legumes para a nossa sopa.)

 (Cabaz da nossa horta para oferecer ao nossos amigos e parceiros educativos da Junta de Freguesia)

(As batatinhas assadas que estavam uma delícia!)
E na horta há sempre muito para fazer e aprender. E é tão bom!!! (Tão bom que até nos esquecemos de fotografar.)

Yoga e Teatro

Os Girassóis semanalmente fazem prática de Yoga Integral. Atravessamos a estrada do nosso JI e lá estamos nós, numa sala gentilmente cedida por um nosso amigo, a mergulhar no Planeta Mágico dos Animais do Yoga. 


O Yoga também faz parte do nosso quotidiano no jardim de infância, revela-se na forma como nos relacionamos com os outros e com a natureza. E agora também na nossa relação com as Artes. Após uma ida ao teatro, resolvemos fazer a nossa própria peça de teatro, criámos diálogos, escolhemos espaços, adereços e músicas. 

Criámos e recriámos as posturas que conhecemos do yoga, interpretámos pequenas sequências de movimentos de forma adequada e adequada a cada personagem e à temática. 

Estivemos a explorar o conceito de yoga-teatro. 

Convidámos os colegas das outras salas e apresentámos o nosso espetáculo. 

Brevemente iremos apresentá-lo numa sala de teatro, perto de nós. Mais um passo nesta experiência que nos leva a ter mais interesse pelo yoga, pelo teatro e a utilizar progressiv…