Avançar para o conteúdo principal

Update I

Um pedido de uma criança, sustentado pelos colegas: "conta uma história que mete medo". E foi assim que tirei este livro da minha prateleira e o levei para o JI. A atenção, o espanto, o "medo", a alegria... traduziram-ne num "conta outra vez" e outra e outra...


E fomos entrando num mundo que para "nós" ainda era algo desconhecido porque ainda não o tinhamos vivido desta forma e tão intensamente... O recontar da história com muitos pormenores, desenhá-la e construir um livro. Construir um mural, planear e dramatizar a história... pensar que os colegas da outra sala de JI também gostavam de conhecer a história porque gostam de bruxas. Planear o "teatro" (e mais importante: descobrir o que é teatro!).


Escrever uma carta ao nossos amigos e colocá-la debaixo da porta (que entusiasmo!). Ensaiar, fazer os cenários e os adereços (ai o chapéu da bruxa com os bichos!).



Receber uma carta de resposta dos nossos amigos, fazer o teatro para eles, saber que eles também querem fazer um teatro para nós. Continuar a correspondência com a outra sala de JI e ver o teatro que eles fizeram para nós.

Pensar que os pais, avós e os colegas do 1º ceb também iam gostar de ver os teatros das duas salas de JI... agora... fazer convites, continuar a ensaiar e ansiosamente esperar pelo dia em que as famílias entram na biblioteca da nossa escola para ver os teatros das duas salas de JI!

não foi possível disponibilizar as fotos do teatro :(

Comentários

Anónimo disse…
Olá!Achei muito interessante teres partido do pedido da criança e teres desenvolvido juntamente com as crianças todo esse projecto em torno do tema "o medo".Muito bom!!tb sou educadora e também trabalho desse modo!bjinho
Catarina disse…
Essa história é um espanto!
Já conheces a d'"O Papão" é da mesma editora se não estou em erro...
Eles adoram e pedem constantemente para a contar. O suspense, o medo e a expectativa do que vai acontecer a seguir prende-os completamente à história e quando no fim tudo fica bem então é a delícia total. ;)

Mensagens populares deste blogue

Mãos à Obra!!!

Quando o pai da I. esteve a explicar-nos "como se fazem casas" (post anterior) ofereceu-nos um presente! Vejam só...
Os tijolos, as telhas... tudo em miniatura mas em tijolo! O "cimento", a pá de pedreiro... É o máximo, não acham? Agora só faltava pôr "MÃOS À OBRA"! Foi o que fizémos! Depois de misturar o pó com a água ficámos com cimento e começámos a construir a nossa Quinta. Sim, é uma Quinta e tem um poço e até animais.Tijolo a tijolo a nossa Quinta vai crescendo! É preciso muito trabalho de equipa porque isto da Construção Civil é trabalho pesado!E quando quisermos "mudar de casa" basta pôr esta dentro de água e ficamos com tijolos para construir outra vez! Quando a nossa Quinta estiver pronta estão convidados para uma "visita", fica combinado!

O prazer de cuidar, ver crescer, cozinhar e partilhar

Na nossa horta nós aprendemos a prever, a planear, a observar, a regar e a cuidar, a medir, a contar, a pesquisar, a partilhar, a cooperar... 



(A semear alfaces e couves com um avô.)

(Sensibilização para proteger a horta.)

(Colheita de feijão verde e outros legumes para a nossa sopa.)

 (Cabaz da nossa horta para oferecer ao nossos amigos e parceiros educativos da Junta de Freguesia)

(As batatinhas assadas que estavam uma delícia!)
E na horta há sempre muito para fazer e aprender. E é tão bom!!! (Tão bom que até nos esquecemos de fotografar.)

Coisas de Crescidos...

Temporariamente em modo de "crescida" e afastada do jardim... mas não por muito tempo! Até já.