Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2009

A partir de amanhã...

... e até dia 17 de Maio:



79ª Feira do Livro de Lisboa


(e eu aqui tão perto!!)

De janela...

De janela aberta para outras, conversa puxa conversa e não fiz o trabalho que devia ter feito. Além disso, e apesar de não termos "lavado a roupa suja", tenho que ir estender a roupa que a máquina lavou enquanto eu estive na conversa!! E as tecnologias (que já não são novas) dão espaço às conversas que outrora aconteciam, entre o sabão e a água fria, no tanque comunitário. Conversa da boa para voltar a repetir, numa janela à distância de um clic!!!

World Builder

"A strange man builds a world using holographic tools for the woman he loves."

Via Bibliotequices fiquei a conhecer a mais recente curta-metragem de Bruce Banit. Demorou um dia a ser filmada e dois anos a ser editada e é um exemplo de produções que ganham noteoriedade na web. Simplesmente maravilhosa pela mensagem, pela produção e por todos os detalhes, World Builder (Criador de Mundos) acabou de conquistar mais uma fã.


World Builder from Bruce Branit on Vimeo.

Mais informações e detalhes aqui

Diário da Conferência Nacional de Educação de Infância

Dia 2

Mais um dia recheado de Comunicações e algum debate com a audiência. Ficam algumas anotações que foram sobejamente referidas por vários intervenientes:

- Importância e urgência de uma Educação de Infância com cobertura da faixa etária dos 0 aos 3 anos e universalidade do acesso dos 0 aos 5 anos;
- EI como garantia de equidade e atenuante das desigualdades sociais;
- Importância das famílias na EI e da articulação entre ciclos;
- Educação não é uma despesa é um investimento!

Projecto «Reach Out and Read» apresentado em Lisboa

A pediatra Perri Klass esteve em Portugal, no âmbito do programa «Ler + Dá Saúde», e explicou como os profissionais de saúde promovem os livros e a leitura nos Estados Unidos da América.

Pode ver o vídeo aqui

Diário da Conferência Nacional de Educação de Infância

Dia 1

A Comunicação da Chris Pascal prendeu a minha atenção. É bom ouvir falar uma pessoa da qual já se conhece uma boa parte da sua obra e não ficar desiludida.

A Apresentação de alguns Estudos de Caso EEL/DQP foi interessante. Estava curiosa por conhecer um pouco mais sobre os outros estudos de caso a nível nacional. O da ESE de Viseu obviamente já conhecia bem pois estive envolvida na sua execução.

Diário da Conferência Nacional de Educação de Infância

A Ministra da Educação esteve presente na abertura e anunciou que o Plano Nacional de Leitura vai ser alargado ao pré-escolar no próximo ano lectivo e divulgou o projecto “Crescer e Ler”, a desenvolver nos centros de saúde e hospitais pediátricos. Ver notícia no Público.

A ministra referiu ainda que "o governo pretende proporcionar às famílias mais carenciadas a frequência gratuita de um ano de pré-escolar". Ver notícia no Público.

Amanhã...

... e no dia a seguir (23 e 24 de Abril), na Fundação Calouste Gulbenkian.

"Durante os dois dias de trabalho, serão abordadas as temáticas centrais Qualidade na Educação de Infância e Currículo e Avaliação, contando-se com a participação de especialistas de diferentes áreas e conferencistas nacionais e estrangeiros." Programa

Quem não tem oportunidade de ir, pode assistir à transmissão em directo, por videofusão, através do endereço:
http://www.videodifusao.dgidc.min-edu.pt/.

Hoje...

Recebi mais notícias de uma das minhas primeiras alunas da Licenciatura em Educação de Infância. Conseguiu emprego! Fiquei feliz, claro! E soube bem ouvi-la falar sobre a entrevista e a importância que foi dada ao facto de ter trabalhado por projecto durante o estágio. É por estas e por outras que temos de continuar a acreditar: "Yes, we can!" (como diria alguém!!).

Ontem...

Foi o dia da primeira observação de aula. Invariavelmente lembrei-me dos tempos em que fui Orientadora de Prática Pedagógica (PP)...
... dos desabafos das alunas sobre as planificações e o tempo que demoravam a definir objectivos
... dos nervos quando lhes dizia que as ia observar essa semana
... no livro que caiu das mãos de uma delas quando me viu passar do lado de fora da janela
... da procura de um olhar aprovativo ou de uma expressão reveladora no meu rosto

Lembrei-me também de quanto foram desconfortáveis as primeiras observações que fiz como Orientadora de PP: o nervoso miudinho de estar num espaço que não é o nosso, de ter que observar e avaliar práticas.

Curiosamente ontem não estava nervosa e não deixei cair o livro que tinha na mão quando a minha avaliadora entrou e eu estava a ler uma história às crianças. Foi um misto de sensações e memórias de estagiária, orientadora de PP e educadora de infância num processo de avaliação de desempenho. O novelo inconsciente foi de tal ordem q…

Há uns dias atrás...

O Jardim das Cores fez 3 anos. Como o pc me fez uma partida, não houve post de celebração! lol
Mas a jeito de flashback, aqui ficam algumas memórias de 3 anos na blogosfera:

Abril 2006
O Jardim das Cores começou por ser um portefolio do trabalho de uma educadora em jardim-de-infância

Setembro 2006
O Jardim das Cores muda-se de armas e bagagenspara a "casa branca no meio da serra"
e passa a ser um blogue de uma educadora de infância no Ensino Superior


Setembro 2007
Da janela vê-se agora o Castelo mas o Jardim das Cores continua por terras do Douro e a investir na Educação de Infância

Fevereiro 2008
No Jardim das Cores fala-se de mais uma Comunicação, desta vez no CIEC (Braga)

Setembro 2008
Na casa junto à praia, o Jardim das Cores regressa às origens... ao jardim-de-infância
Abril 2009
O Jardim das Cores continua na blogosfera, juntando as pedrinhas e construindo um caminho... o caminho de quem se senta em frente a este portatil e que, onde quer que esteja, escreve e toma decisões sobre a…

De novo com...

portátil e internet!!!
Quando estamos uns dias sem eles, já sentimos a sua falta!!!

(a foto não é actual mas o sentimento é!!)

Criatividade nas escolas (ou a falta dela)

Às vezes parece que há coisas que chegam até nós e se articulam com o que andamos para aqui a pensar, reflectir, debater... mesmo que seja interiormente.

Enquanto leio o livro do Daniel H. Pink, recebo o mail de uma colega. "Escolas matam a criatividade?". Lá segui o link até ao YouTube e... hummm... muito interessante.

Vou visitar o José Manuel Azevedo e não é que está a Aprender e Ensinar "Sobre o Erro, as cabeças andantes, a inflação dos diplomas e a morte da criatividade". Já não vi o vídeo mas segui as sugestões de sites.

Uma vez que parece que estou a ser seguida pela criatividade (ou falta dela) e como gostei de ouvir Ken Robinson, partilho o video com quem passa por aqui.

F. e eu...

O F. estava no computador. Eu estava numa mesa perto dele a arrumar os portefolios. Na sala estavamos apenas os dois , cada um envolvido na sua tarefa mas não alheios ao que cada um fazia (última semana de aulas tem destas coisas).

Sem desviar o olhar do ecrã pergunta-me: "o que é para fazer aqui?". Manuseava o rato habilmente colocando-o em cima das palavras e das imagens. Acedendo aos signos a que ele ainda não consegue aceder, li "glossário". Pensei em como explicar-lhe, em meia dúzia de palavras, o "que era para fazer".

Olhando para o ecrã e com as mãos ocupadas nas folhas, disse-lhe qualquer coisa como: "aí é para explicar, aos meninos que já sabem ler, o que as palavras querem dizer" (rica explicação, senhora educadora!!).

E os meus olhos voltaram a ocupar-se da mesma tarefa a que as mãos se dedicavam. Mas os ouvidos continuaram ocupados pela tarefa do F. e fizeram mais uma vez com que eu desviasse o olhar e a atenção para a sua tarefa.

Corren…

O Gato de Uppsala

É o novo romance (para todas as idades) de Cristina Carvalho, editado pela Sextante. Uma sugestão de leitura que chegou até mim via mail do Jardim das Cores.

Confesso que me despertou o interesse e a vontade de o manusear: olhar de perto a capa ilustrada pela Danuta e ler o início do livro, como sempre faço após ter lido a contra-capa (neste caso li o blogue do livro).

Neste preciso momento gostava de ser uma espécie de Marcelo Rebelo de Sousa, com todos aqueles imensos livros que pode ler e opinar de forma mais ou menos descontraída. Uma vez que não é o caso, deixo a proposta de leiura e o convite, aos que já leram o livro, para partilharem as vossas opiniões sobre o mesmo. Se tiverem outras sugestões de leitura também o podem fazer nos comentários ou via mail (na barra lateral).Pode conhecer a autora aqui e ler a crítica ao livro aqui.

Novas leituras

Chamou a minha atenção por este parágrafo:

"o futuro pertence a um tipo diferente de pessoas, com uma nova inteligência: os designers, os inventores, os professores, os contadores de histórias - indivíduos criativos e empáticos, cujo raciocínio privilegia o lado direito do cérebro. É essa capacidade que marca hoje a diferença entre êxito e o fracasso".

E passo a explicar:

Professora fui e educadora sou. Gosto de pensar que sou contadora de histórias desde criança. Acho que o meu cérebro às vezes anda um pouco baralhado sem saber qual hemisfério deve usar mais vezes. A parte do êxito cativa-me mais do que a do fracasso e já tinha percebido que criatividade é um bem muito precioso hoje em dia.

Achei que eram algumas boas razões para o livro me interessar até porque não é um tipo de leitura que habitualmente faça. Agora que o estou a ler acho que veio apoiar a leitura que tenho vindo a fazer do mundo há já algum tempo.

Leia mais aqui, aqui ou aqui